POR LEANDRO MURAD
Comédia
Cartaz Os Deuses Devem Estar Loucos
OS DEUSES DEVEM ESTAR LOUCOS
The Gods Must Be Crazy
James Uys - 1980

Título original: “The Gods Must Be Crazy”. Ano: 1980. Direção: James Uys. Roteiro: James Uys. Elenco: N!xau, Marius Weyers, Sandra Prinsloo, Louw Verwey. País: África do Sul, Botsuana. Produção: CAT Films, Mimosa, James Uys. Fotografia: Robert Lewis, Buster Reynolods. Música: John Boshoff.

Sinopse: Jogada de um avião, uma garrafa de coca-cola vazia cai de no meio de uma pequena tribo bosquímana. Eles consideram o objeto um presente dos deuses, mas, conforme a disputa pelo estranho artefato gera a discórdia, eles resolvem devolvê-lo. Xi (N!xau) se voluntaria para jogar o estranho objeto para fora do planeta, partindo então em uma jornada que o levará a tomar contato pela primeira vez com a civilização moderna. “Os Deuses Devem Estar Loucos” é um filme simplesmente genial, que convida o espectador ao debate antropológico. Raras vezes a África profunda foi retratada com tanta autenticidade no cinema. O tema aqui é o choque cultural: a garrafa de coca-cola, obviamente, é a civilização ocidental, que traz confusão ao primitivo (mas eficiente) sistema social dos nativos. No entanto, isso é mostrado de forma simples, com um humor leve que faz do filme uma comédia divertidíssima, indicada para todas as idades. Imperdível, assim como sua continuação, de 1989.

109 min.