POR LEANDRO MURAD
Faroeste
Cartaz Vera Cruz
VERA CRUZ
Vera Cruz
Robert Aldrich - 1954

Título original: “Vera Cruz”. Ano: 1954. Direção: Robert Aldrich. Roteiro: Roland Kibbee, James R. Webb, Borden Chase. Elenco: Gary Cooper, Burt Lancaster, Denise Darcel, Cesar Romero, Sara Montiel, George Macready, Jack Elam, Ernest Borgnine, James McCallion, Morris Ankrum, James Seay, Henry Brandon, Archie Savage, Charles Bronson, Charles Horvath. País: EUA, México. Produção: Hecht-Lancaster Productions, James Hill. Fotografia: Ernest Laszlo. Música: Hugo Friedhofer.

Sinopse: Ex-combatente sulista na Guerra de Secessão (Cooper) se junta a um grupo de mercenários que segue rumo ao México. Lá, eles oferecerão seus serviços na guerra de independência contra o imperador estrangeiro Maximiliano (Macready). No Velho Oeste, é comum o estereótipo do “bandido mexicano”, vilão e renegado no território estadunidense. Este filme inverte o paradigma e manda os bandidos e renegados dos EUA ao México. Dependendo das circunstâncias, vão lutar ao lado do imperador e sua nobreza europeia, os vilões, ou ao lado dos rebeldes, os heróis do povo. Com um contexto histórico interessante e pouco conhecido, além das magníficas locações mexicanas, “Vera Cruz” tem como grande força motriz o embate entre as personalidades do bandido vivido por Lancaster (excelente) e do improvável sulista humanista de Gary Cooper.

94 min.