POR LEANDRO MURAD
Faroeste
Cartaz Homens Indomáveis
HOMENS INDOMÁVEIS
Silver Lode
Allan Dwan - 1954

Título original: “Silver Lode”. Ano: 1954. Direção: Allan Dwan. Roteiro: Karen DeWolf. Elenco: John Payne, Lizabeth Scott, Dan Duryea, Dolores Moran, Emile Meyer, Robert Warwick, John Hudson, Harry Carey Jr., Alan Hale Jr. País: EUA. Produção: Benedict Bogeaus. Fotografia: John Alton. Música: Louis Forbes.

Sinopse: Um delegado federal (Duryea) e seus homens chegam à cidade de Silver Lode acusando o local Dan Ballad (Payne) de roubo e assassinato. A cidade inicialmente protege seu respeitado morador, mas isso aos poucos muda, devido à insistência do forasteiro vingador e ao desenrolar dos fatos. Como em “Matar ou Morrer” (1952), a narrativa de “Homens Indomáveis” segue em tempo real e, como em “Consciencias Mortas” (1943), há uma sensação de inexorável injustiça. Um ilegítimo homem da lei chamado McCarty manipula as emoções de toda uma população e fortalece sua autoridade pela virulência de suas acusações. “Silver Lode” foi corajosamente realizado em pleno período macartista, quando, na esteira da paranoia da Guerra Fria, vários norte-americanos foram acuados por perseguição ideológica incompatível com a democracia.

81 min.